21740947 1507447565960498 4801926354040852912 O

EXTENSÃO DA REDE COLETORA NO QUINTAS COLONIAIS

Copasa:

Vereador Alex Chiodi solicita extensão de rede de esgoto para Quintas Coloniais e Estâncias Imperiais

O vereador Alex Chiodi (SD) apresentou em reunião plenária Requerimento Nº 981/2017 e Nº 982/2017 solicitando à Copasa (Companhia de Saneamento de Minas Gerais) a extensão da Rede Coletora de Esgoto para atender os bairros Quintas Coloniais e Estâncias Imperiais.

A falta de rede de esgoto é motivo de muitas reclamações dos moradores, pois além da questão de saúde pública, o problema também impede o asfaltamento das ruas o que traz ainda mais transtornos para a população. “Morar com dignidade é uma necessidade, estes bairros precisam de saneamento básico, tratamento de esgoto e melhoria ao acesso. E não adianta a gente cobrar asfalto senão tem rede de esgoto, porque é desperdiçar dinheiro público”, ressaltou Chiodi. “No período chuvoso as ruas, por serem de terra, ficam intransitáveis, tanto para a entrada e saída de veículos particulares quanto para o transporte coletivo, o que impede as crianças de irem para escolas e moradores de se deslocarem para o trabalho”, lembrou.

De acordo com o Gerente do Distrito Regional Contagem (DTCN), José Alvim Pereira, o Bairro Quintas Coloniais integra o escopo de obras denominado Ampliação da Reversão do esgotamento sanitário na Bacia de Vargem das Flores, em fase final de obras, que coletará os efluentes sanitários e os direcionará, por meio de bombeamento, para a Bacia da Pampulha e o tratamento desses efluentes será na Estação de Tratamento de Esgoto – Onça. A previsão de início de operação das estações elevatórias é para este mês de setembro, o que gradativamente possibilitará a entrada em operação dos sistemas de coleta de esgoto.

No caso do Bairro Estâncias Imperiais, conforme consta no Plano Diretor da COPASA em elaboração, também mediante regras de ocupação estipuladas pela legislação municipal, chácaras com área mínima variando entre 2.000 m² e 10.000m², o tipo de esgotamento sanitário previsto é o estático, com a utilização de fossas sépticas, “portanto para alteração dessa realidade precisamos da participação do município que inclusive está revisando o plano diretor e definindo os tipos de ocupações para essa região”, ressaltou o gerente.

No dia 13/09 aconteceu mais uma reunião entre a Copasa e os moradores na Elevatória da Barroquinha, para avaliação do andamento da obra e em 18/09 será realizado o teste das bombas. De acordo com a Copasa, a obra segue o cronograma. A expectativa da comunidade dos bairros Praia, Vila Barroquinha, Santa Luzia, Colonial, Vila Militar, Quintas Coloniais, Ouro Branco, Granja Vista Alegre, Chácaras Del Rey, Recanto da Mata é grande.  “Foram mais de 13 anos de luta junto com a comunidade e finalmente estamos chegando mais próximo desse sonho”, destacou Chiodi.

/* ]]> */