VEREADOR ALEX COBRA POSICIONAMENTO DA COPASA A RESPEITO DE COLORAÇÃO DA ÁGUA

Vários bairros foram afetados com abastecimento de água com coloração barrenta na última semana

Após inúmeras reclamações a respeito da qualidade do abastecimento de água pela Copasa, o vereador Alex Chiodi (SD) cobrou posicionamento oficial da empresa a respeito do acontecido. De acordo com o parlamentar, na última semana vários bairros foram afetados com o abastecimento de água com coloração turva, inclusive há registros em redes sociais sobre o ocorrido.

No dia 17/04, o gerente do distrito regional Contagem José Alvim, por meio de Ofício nº 2031/2018/DTCN, informou que em 12/04 foram realizadas manutenções para correção de vazamentos na adutora do Sistema Vargem das Flores, que abastece diversos bairros no município. E, para a execução dos serviços dessa natureza, é necessário o fechamento de registros e válvulas para esvaziamento da adutora. Com isso, quando o sistema é colocado novamente em operação, ocorre o desprendimento de materiais das paredes e dos pontos baixos das tubulações, provocando alteração na cor da água.

Ainda, segundo o gerente, apesar da alteração da coloração a água distribuída à população permanece dentro dos padrões de potabilidade exigidos pela Portaria 2914 do Ministério da Saúde. “Esperamos que este tenha sido um caso isolado e que a Copasa tenha um controle maior dos serviços oferecidos  à população já que pagamos taxas elevadas para receber água potável”, destacou Chiodi.

Estação Elevatória de Esgoto Praia/Europa

Também são constantes as reclamações sobre esgoto correndo a céu aberto e mau cheiro na Avenida José dos Santos Diniz, no Bairro Europa. No local está localizada a EEE Praia/Europa, responsável pelos transtornos. Juntamente com representantes dos bairros Europa e Praia, o vereador Alex Chiodi esteve no local com a equipe técnica da Copasa e o secretário-adjunto de obras Orville Napoli para tratar sobre soluções para o problema. Foi constato que, devido ao assoreamento do córrego, as bombas da Elevatória queimam com frequência, sendo que as mesmas já foram trocadas por diversas vezes. A Copasa informou que cerca de R$ 700 mil foram liberados para a execução de obras para melhoria das condições da elevatória e que o projeto já está pronto, mas precisa do apoio da Prefeitura para desassorear o córrego. O secretário-adjunto assumiu o compromisso de conseguir junto ao executivo a realização do serviço para agilizar a execução da obra pela Copasa e resolver por definitivo o problema.

/* ]]> */